Como dar um up na sua vida sexual com o mindfulness!

Muitas pessoas, tanto homens quanto mulheres, sentem dificuldades para se concentrar na hora do rala e rola.

Isso porque várias preocupações podem surgir na nossa mente naquele momento. Os homens, por exemplo, costumam se importar com o desempenho.

Ou seja, eles ficam pensando “Será que meu pênis vai subir? Será que eu vou conseguir segurar a ejaculação? Será que eu vou gozar muito rápido? Será que ela vai gostar?”. E isso dificulta o processo de excitação.

Já as mulheres têm dificuldade de se desligarem das preocupações da rotina e se concentrarem no momento. Ou seja, elas ficam preocupadas com os trabalhos que precisam fazer, com filhos, com horários, etc.

Isso tudo também dificulta o processo de excitação e desejo e, desse modo, faz com que seja muito mais complicado atingir o climax na relação sexual e o orgasmo.

Mas como a gente pode resolver isso? A meditação erótica e o mindfulness te ajuda justamente a se voltar para o momento presente e estar ali de corpo e alma.

Portanto, você vai conseguir resgatar o desejo, apimentar a relação, se conhecer melhor e superar disfunções sexuais.

 

O que é Mindfulness e meditação erótica?

Mas o que é exatamente o mindfulness? E o que ele tem a ver com a minha vida sexual?

A ideia dessas técnicas é trabalhar a parte psicológica para melhorar sua vida sexual e portanto, seus relacionamentos.

Leia também

Com essas técnicas, a gente aprende a se concentrar. Cada tipo de técnica ensina a se concentrar em alguma coisa. As vezes é para relaxar, às vezes é para se excitar, as vezes é para se perceber.

Pra que você sinta prazer, tenha uma sensação boa no seu corpo e aproveite suas relações sexuais, você precisa ter um mínimo de concentração e de atenção.

Portanto, é muito importante praticar e exercitar a mente. Com a meditação, você consegue prestar atenção nas sensações do seu corpo e se concentrar só naquele momento.

O que acontece é o seguinte: se a gente não presta atenção em algo, é como se não estivesse acontecendo para o nosso cérebro. Em outras palavras: se eu não estiver prestando atenção nas sensações, na temperatura, no cheiro, no visual… É como se aquilo nem estivesse acontecendo.

E se para o seu cérebro aquilo não acontece, ele não provoca os estímulos para você se excitar.

Lembrando que a nossa excitação começa na mente. Ou seja, desejo acontece no cérebro. Perceber orgasmo acontece no cérebro.

Por isso, o jeito como você usa sua atenção vai ter uma ligação direta com a qualidade da sua vida sexual. E também com a qualidade do seu relacionamento.

Afinal, se você prestar atenção nas coisas boas da relação, o desejo aumenta. Mas se você prestar atenção em tudo que está ruim, onde vai parar seu desejo? Lá embaixo!

Ou seja, onde você coloca sua atenção é o que você vai produzir. E no sexo isso acontece o tempo inteiro.

Como funciona esse tipo de meditação?

Em geral, as pessoas vão para a relação com muita ansiedade, com muito medo, com muita expectativa, com muita cobrança. Isso faz com que você não preste atenção no que você está recebendo e sentindo.

O mindfulness e a meditação são exercícios para você prestar atenção sem julgar. Isso porque as pessoas costumam ficar pensando em coisas como “Onde isso vai dar? O que eu tenho que fazer em seguida Desabotoa a camisa ou não desabotoa? Será que eu vou gozar será que eu não vou gozar? Será que hoje eu vou conseguir será que eu não vou conseguir?”

Com o mindfulness você simplesmente aprende a se dar conta. Ou seja, percebe coisas como: houve uma contração aqui, minha perna tremeu, minha respiração aumentou, eu suei, eu travei a mandíbula.

Portanto, o mindfulness é prestar atenção nas reações que acontecem no seu corpo. É receber e aceitar. É prestar atenção nos mínimos detalhes, mas sem julgar se é bom ou ruim.

Por exemplo: beijar alguém. Ao invés de se preocupar com o que vai fazer em seguida, você está calma, observando a textura da pele, da língua, a umidade daquele beijo. Você deixa seu corpo reagir naturalmente. Mindfulness é estar ali, estar presente.

Primeiros passos para entender o Mindfulness

Alguns exercícios podem ser feitos para que você consiga se concentrar melhor. Confira o vídeo ou, se preferir, siga o passo a passo aqui embaixo. É um exercício básico de concentração.

Você pode se sentar em um lugar confortável e perceber seu corpo, onde ele está se encostando. Depois, feche os olhos e preste atenção na sua respiração.

Não precisa respirar mais fundo, nem mudar nada. Só se concentra no ar entrando e saindo. Inspira, expira. Preste atenção no movimento.

Faça o mesmo com outras coisas, com outros sentidos. Feche os olhos e ouça o som do ambiente que você está. Esteja presente, ouvindo. O que está acontecendo? Tem algum som específico?

Feito isso, concentre a atenção na sua boca. Preste atenção na sua língua dentro da boca. Como ela está? Ela tá relaxada, esmagada no céu da boca? Perceba o que tá acontecendo dentro da sua boca. Nada além disso.

Em seguida, imagine sua comida preferida. E agora perceba sua boca de novo. Aumentou a saliva? Tá sentindo que a umidade da sua boca mudou?

Se a salivação de vocês aumentou, por exemplo, vocês provaram o poder da nossa mente, da nossa atenção, da concentração.

Isso porque vocês estiveram presentes, prestaram atenção no corpo e se concentraram numa parte específica que é a boca. E depois acrescentaram à concentração, a imaginação de cada um.

E o resultado foi algo que não é imaginação. Você salivou mesmo. O que aconteceu na sua boca só de imaginar e se concentrar nas sensações da boca é o que também acontece na parte sexual.

Ou seja, você se concentrar nas sensações prazerosas do corpo, você imaginar coisas prazerosas no teu corpo e criar expectativas positivas, tudo isso vai fazer com que seu corpo reaja.

Mas como funcionam essas reações?

Quando a gente se excita, o sangue sai de outras áreas do corpo e vai para a região pélvica. No caso dos homens, vai para o pênis. Enche o pênis de sangue e aí você tem uma ereção. Na mulher, o sangue vai para a pélvis e entumece o clitóris.

Isso pode acontecer só de você prestar atenção em algo físico, como um toque que você recebe. Pode também acontecer ao prestar atenção em todas as sensações do beijo. Ou o corpo pode responder a sensações que você imagina.

Isto é, de repente você fecha os olhos e imagina a melhor relação sexual que você já teve, como foi prazerosa e o que aconteceu. Seu corpo vai reagir a isso.

Ele vai acreditar que aquilo está acontecendo agora no presente. E aí ele vai salivar. Ou seja, vai gerar ereção, vai gerar lubrificação e excitação. Enfim, vai movimentar seu desejo sexual.

Aplicando o Mindfulness na sua vida sexual

Para começar, você precisa estar atenta a todas as sensações do seu corpo. Sendo assim, preste atenção em tudo, nos sons, no cheiro, no tato. Traz a tua atenção e a tua consciência para o momento presente mesmo.

Se você tiver um parceiro(a), provoque ele(a). Em outras palavras: fala pra pessoa as sensações que ela tá sentindo agora, de forma imaginativa. Você pode fazer isso para esquentar o sexo, para sair da rotina, para provocar durante o dia.

Isso vai fazer com que o corpo da pessoa faça o que? Salive. Ou seja, entumeça, excite, desperte desejo. Faz com que o cérebro fique ligado nos estímulos sexuais.

Então quando chegar na hora H, os dois vão estar mais sensíveis, mais presentes. Dessa forma, todo o resto também vai ficar mais fácil e mais intenso.

Agora, digamos que você está sozinha. Como você pode fazer isso?

A primeira parte de prestar atenção nas sensações e no corpo você pode fazer sozinha mesmo.

Já a parte da imaginação, leia um um conto erótico, por exemplo. Ao ler, você vai imaginar a cena, do seu jeito. Cada um vai imaginar aquilo que mais gosta, que é mais excitante para si. Assim, a excitação vai acontecer de uma maneira mais fácil.

Leia também

É por isso que ler muitas vezes funciona melhor, principalmente para nós mulheres, do que um filme que vem pronto. Porque força a imaginação. Isto é, você completa aquela imaginação com o seu jeito, com a sua fantasia. E aí geralmente é mais excitante.

Um exercício prático

Feche os olhos, solte a respiração. Deixa o ar entrar e sair. Relaxa. Presta atenção na sua genital. Joga sua atenção para as partes íntimas. Perceba o que está acontecendo lá.

Como você tá? A região tá confortável? Tá desconfortável? Tem algum tipo de incômodo? Algum tipo de dor, coceira, ardência? Imagina como tá o sangue na região? Tá esquentando? Tá esfriando? O que você sente?

Algumas possibilidades de sensações só de você prestar atenção na região íntima: formigamento, sentir esquentar, contrações ou vontade de contrair e soltar os músculos da região, aumento de fluxo no sangue ou pulsação leve no local.

Retomando as dicas

Você precisa perceber as sensações e estar concentrada para que tenha mais sensibilidade. E quanto mais sensível, mais rápido e mais fácil de chegar ao climax e ao prazer. Assim, muito mais intensas e interessantes as suas sensações prazerosas.

Se você está com dificuldade em se concentrar e estar no presente, tente aplicar essas dicas. Preste atenção em todas as sensações, esteja no presente.

Essa concentração vai fazer com que suas sensações fiquem mais aguçadas e você sinta muito mais prazer! Assim também melhorando seus relacionamentos e tornando toda sua vida sexual mais prazerosa e leve!

Vote! Quantas estrelas esse artigo merece?

(5 avaliações, média: 5,00 de 5)
Loading...

Comentários